Thumbnail
Access Restriction
Open

Author Kruppa, Sonia M. P. ♦ Sordi, Mara R. L. De ♦ Mendes, Geisa Do S. C. V. ♦ Caramelo, João ♦ Arelaro, Lisete R. G. ♦ Terrasêca, Manuela
Source Directory of Open Access Journals (DOAJ)
Content type Text
Publisher Universidade de São Paulo
File Format HTM / HTML
Date Created 2016-05-10
Copyright Year ©2015
Language English ♦ Spanish ♦ Portuguese
Subject Domain (in LCC) L7-991
Subject Keyword Políticas públicas ♦ Avaliação Institucional Participativa ♦ Education ♦ Autoavaliação ♦ Qualidade Negociada
Abstract Resumo Este artigo discute o sentido atual das políticas de avaliaçãona e da escola ao apresentar a investigação realizada por pesquisadores brasileiros e portugueses, com a participação de vinte escolas públicas, nas cidades de São Paulo e Campinas (Brasil) e do Porto (Portugal). Referenciando-se na Avaliação Institucional Participativa e na Qualidade Negociada, a pesquisa se junta aos profissionais das escolas e de setores da administração educacional, com a formação de grupos de estudo em cada uma das universidades. O artigo aborda criticamente a função expertise da pesquisa que frequentemente legitima avaliações centradas nos produtos, portando credibilidade aos testes padronizados, à proliferação de uma avaliocracia, com consequente alteração de procedimentos de inspeção e direção escolares, além de mudanças na gestão dos sistemas educativos, corrompendo/deformando o conceito de autonomia escolar, favorecendo a proliferação de escolas administradas por concessão, o estímulo ao cheque-ensino, bem como o aumento e naturalização das desigualdades escolares e uma dada representação da sociedade do conhecimento, que refuncionaliza a formação profissional para as classes populares, recriando a dualidade do ensino. Em contraponto, a pesquisa argumenta as possibilidades de um circuito virtuoso do ensino, da pesquisa e da extensão como método na relação com escolas públicas, partindo de uma concepção de Qualidade Negociada que, em conjunto com profissionais e comunidade, em cada escola, inicia processos deautoavaliação, com intencionalidade de transformação e com a possibilidade de desenvolvimento de novas relações dentro e fora da escola, reforçando a aprendizagem estratégica da competência coletiva dos atores sociais em prol da escola pública de qualidade social.
ISSN 15179702
Age Range 18 to 22 years ♦ above 22 year
Educational Use Research
Education Level UG and PG ♦ Career/Technical Study
Learning Resource Type Article
Publisher Date 2015-12-01
e-ISSN 15179702
Journal Educação e Pesquisa
Volume Number 41
Issue Number spe
Page Count 16
Starting Page 1283
Ending Page 1298


Source: Directory of Open Access Journals (DOAJ)